Book Creator

Eu não sabia

by Josiane Maquieira

Cover

Loading...
Eu não sabia!
Loading...
Uma releitura do livro: o mundo das bocas mexedeiras
Loading...
Profa. Ma. Josiane dos Santos Maquieira
Loading...
Loading...
Livro Inclusivo
O objetivo deste E-book é trazer a luz problematizações sobre as reações das crianças ao lidar com as diferenças em sala de aula. É um E-book que pode ser utilizado com estudantes ouvintes e surdos dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Uma perspectiva que visa ao ensino de Libras como língua materna e da língua portuguesa, na modalidade escrita, como língua de inserção com o meio em que o surdo estiver inserido.

Esse livro é uma oportunidade de ensino em duas línguas, onde a Libras surge no ensino de língua complementar para ouvintes e primeira língua para o ensino de surdos, matriculados anos iniciais da Educação Básica. Este contato com a língua escrita será oportunizado por meio do gênero literatura infantil.
Objetivo e justificativa do 
E-book
Speech Bubble
Espera-se que este E-book possa ser utilizado em contação de histórias para crianças surdas e ouvintes e lido tanto na perspectiva visuo-espacial (uso da Libras), como na perspectiva auditiva (uso da leitura oral). Pode ser utilizado durante a aula regular, ou em momentos específicos destinados as aulas de leitura e letramento.
Como esse E-book pode ser utilizado em sala de aula?
Speech Bubble
Prefácio
Este E-book é uma releitura do livro: Um mistério a resolver: o mundo das bocas mexedeiras, escrito por Maria Ami, Maria Lucia e Ozana Vera. No livro, as autoras descrevem a realidade da criança surda que não sabe que é surda até que alguém lhe conte isso. Todavia, a criança ouvinte que não é apresentada a essa realidade, não entende porque a criança surda não pode se comunicar pela fala. Este E-book foi pensado para fazer parte do ensino complementar de línguas e é recomendado para o uso nas práticas de sala de aula, tanto da Libras para surdos e ouvintes, como na Língua Portuguesa escrita para surdos.

Por meio deste E-book, cria-se a possibilidade de garantir o direito das crianças surdas e ouvintes de ter acesso ao ensino de Libras e Língua Portuguesa como segunda língua para surdos ministrados de forma dialógica, funional e instrumental como:
I - atividades ou complementação curricular específica na educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental; de acordo com o que preconiza o art 15 do Decreto 5626/2005.
O primeiro dia de aula
Hoje é o primeiro dia de aula e eu estou muito feliz! Cheguei ao segundo ano da minha escola e já me sinto mais esperto!
Ah! eu quase esqueci de dizer que meu nome é Pedro e eu tenho 8 anos. Eu sou aquele menino de óculos, fazendo um lanchinho, bebendo meu suco, na foto que a nossa nova professora tirou no primeiro dia de aula.

Eu adorei meus novos colegas. Claro que tinha alguns que eu já conhecia! Como a Joana, aquela menina de cabelo marrom, ou seria de cabelo castanho? ela usa óculos como eu e também foi minha colega no ano passado.
1
É tudo muito parecido com a aula do ano passado. A gente assiste a aula, vai a biblioteca e escuta a hora do conto, faz um lanche e tem também o recreio. Até agora, tudo igual!
Thought Bubble
2
Segundo dia...
Segundo dia de aula e eu já me sinto muito bem! sou do segundo ano agora e já estou muito anisoso para ter as minhas tarefas de segundo ano. Agora já sou mais velho, quero aprender coisas de pessoas mais velhas. Eu me sinto bem agora que já estou mais avançado, eu ainda não sei ler, mas eu sei que agora que sou mais velho, eu vou ler.
3
PrevNext