Book Creator

Cultura Popular Maranhense

by Luis Félix Rocha

Cover

Loading...
CULTURA POPULAR MARANHENSE
Loading...
Loading...
Luis Félix Rocha
Todas as sociedades têm sua cultura, isto é, têm suas tradições, costumes, crenças, hábitos, arte, etc. que passam de geração. A cultura maranhense, como a brasileira é fruto da mistura da cultura de povos europeus, africanos e indígenas.
Do cruzamento desses povos resultou o mestiço. Formou-se um povo típico, o maranhense, que canta e dança, mas também luta, sofre e trabalha. De cada um deles herdamos um pouco, por isso nossos costumes, nosso folclore e nossa arte são ricos e variados.
1. Folclore – A tradição protegendo a alma do povo

O conjunto de lendas, superstições, crendices, cantigas, histórias, danças, festas, conhecimentos, etc. que fazem parte da vida e da sabedoria de um povo, conservados pela tradição popular, é chamado de folclore ou cultura popular.
Festas juninas – Conjunto de manifestações de caráter profano e religioso, nas quais são homenageados Santo Antônio, São João, São Pedro, Sant’Ana e São Marçal. Nas quadrilhas, nas imitações de danças portuguesas, nas ladainhas, cacuriá, lelê ou toadas de bumba-meu-boi, ao som de matracas, zabumbas, pandeiros e tinideiras, o maranhense manifesta sua crença religiosa pelas ruas, largos, arraiais e terreiros.
Tambor de mina –  É um culto de origem africana, mantido até hoje pelos descendentes dos negros jejês-nagôs.
Tambor de crioula – Dança de origem africana também conhecida como tambor, umbigada ou tambor de roda. É dançada com maior frequência nos festejos de São Benedito, no São João e carnaval.
Festa do Divino – Comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos. É celebrada no primeiro domingo após a Ascensão. Na casa da festa, ergue-se um altar enfeitado com toalhas e rendas para a imagem da “pombinha”. O levantamento do mastro acontece entre o rufar das caixas e hinos de louvor entoados pelas “caixeiras”.
Bumba-meu-boi – É um dos folguedos mais antigos do Maranhão. De acordo com a região, apresenta-se em quatro sotaques: bois de matraca ou da ilha, bois de zabumba, bois de Pindaré e bois de orquestra, que apresentam variações de ritmo e indumentárias. Sintetiza as culturas africana, indígena e europeia. É uma dança dramática que critica os valores da sociedade. É, enfim, o teatro musical mais vivo realizado na cultura popular brasileira.
Cura ou pajelança – É uma prática religiosa de influência indígena. Um pajé ou curador, entoando cânticos ao som do maracá, retira “encantados” de pessoas “possuídas”.
Ouvir
PrevNext