Book Creator

CNIDÁRIOS

by MARIA EDUARDA LOIOLA VASCONCELLOS

Cover

Loading...
TRIBUNA DO MAR
Loading...
Loading...
Quinta- feira, Londrina, 29 de junho, 2023.
Loading...
Por Antonio Augusto Alves; Daniel S. Camacho; Felipe M. Queiroz; Maria Eduarda L. Vasconcellos.
Loading...
O que nós temos que nossos papais e vovôs não tiveram?
Loading...
Loading...
Por quê os cnidários brilham?
Loading...
Alguns Cnidários possuem órgãos bioluminescentes, que fazem com que seus corpos ganhem um certo brilho  dentro da água. Muitas vezes esse brilho serve de auxílio para confundir os predadores, e despistá-los. 
Loading...
Nos cnidários há uma cavidade, conhecida como cavidade gastrovascular, que está ligada à boca dos seres e se relaciona ao processo digestivo dos cnidários, sendo eles intra e extracelular. Uma novidade não vista anteriormente.
Loading...
Por dentro de tudo
CNIDÁRIOS
Conhecendo esse filo mais a fundo.
Você sabia que as águas-vivas fazem parte de um filo chamado cnidaria? Os cnidários, segundo estudos, são organismos pluricelulares que vivem em ambientes aquáticos, sendo grande parte marinha. Há milhares de espécies deste filo já conhecidas, porém as mais conhecidas são as águas-vivas, os corais, as anêmonas-do-mar, as hidras e as caravelas.






 Os corpos dos cnidários são formados por dois folhetos embrionários, ectoderme e endoderme, o que os tornam seres diblásticos.
A ectoderme é responsável por formar uma a camada externa, já a endoderme, o oposto, forma a camada interna, gastroderme, do animal. Os cnidários apresentam simetria radial, ou seja, se o animal for dividido por um eixo central os pedaços serão semelhantes. 

    Estudiosos referem-se à estrutura dos corpos sendo uma bolsa, pois possuem uma abertura que se conecta a uma grande cavidade. Muitos predadores chegam a confundir sacolas plásticas, descartadas incorretamente, com cnidários, suas presas, devido à formatação de seus corpos, levando-os à morte. 



















São animais carnívoros, o processo de digestão do filo ocorre pela cavidade gastrovascular, que além da digestão, atua como esqueleto hidrostático, e é concluída nas células que revestem essa cavidade (células gastro-dérmicas). Então nesses animais há digestão extracelular e intracelular. Os resíduos alimentares não utilizados pelo cnidário são excretados pela boca. 
  Os cnidários possuem células que servem de defesa e os auxiliam na caça, nessas células há uma organela, cnida, conhecida como nematocisto, que são como um fio enrolado em uma cápsula, porém carregado com uma substância urticante e uma ponta com uma estrutura chamada cnidocílio que precisa de um estimulante para disparar, tais como toque, ou em alguns casos, uma estimulação química.



















Ao ser estimulado, dispara o filamento acertando a presa, assim que entra em contato, perfura a superfície e injeta a substância, que podem causar diversas reações, como paralisia, ou até mesmo, a morte.
Culinária
Prato do dia: salada de água-viva
Eu sei que aqui no Brasil pode parecer estranho uma receita com águas-vivas, mas em diversos lugares do mundo é super comum você encontrar alguém comendo e ver uma água-viva em seu prato.








 Há quem relata que a textura se assemelha à um balão cheio de água, mas em relação ao sabor “Tem um sabor delicado que tende a assumir os sabores do que quer que seja cozido. Ainda assim, se não dessalinizada, pode ser bastante salgada.” diz o escritor do site Minilua. Em diversos países da Ásia as pessoas acreditam que ingerir água-viva traz benefícios à saúde incluindo ajudar a tratar pressão alta, artrite, dor óssea, úlcera e problemas digestivos. Porém não é confirmado pela ciência, as únicas coisas que se pode afirmar é que são uma boa fonte de proteína, antioxidantes, ricas em minerais e possui baixa caloria. Se você ficou curioso para saber um pouco mais e até aprender uma receita com água-viva, continue lendo.  
SALADA DE ÁGUA-VIVA
INGREDIENTES:

1 pacote de água viva em conserva;
¼ de cenoura;
½ pepino;
1 ramo de coentro;
gergelim à gosto;
wasabi à gosto;
sal à gosto;
2 colheres de sopa de shoyu;
3 colheres de sopa de vinagre;
1 colher de sopa de açúcar;
1 dente de alho picado;
pimenta dedo de moça à gosto;
½ colher de sopa de óleo de gergelim.
Se fizer, não esqueça de marcar a gente.
@tribunadomar.cn
PrevNext