Book Creator

Jornal das 11

by Simone Muniz Faria

Cover

Loading...
Loading...
Jornal das 11

Loading...
O jornal das 11 é um trabalho da aula de português. Nesse jornal, trouxemos o que achamos de mais interessante e relevante do nosso ano.
Loading...
Loading...
Caption At malesuada nisl felis sit amet dolor. Duis ultrices semper lorem nisl felis sit. At malesuada nisl felis sit amet dolor nisl felis.
Loading...
Alunos:
Anita Miziara Rocha
Catarina Borges Traumann
Cecilia Menezes Aune
Elis Horcades Buscacio Gonçalves
Francisco Lins Diniz
Gabriel Martins Cardoso
Gabriel Paim Alcântara Delgado
Gabriela Amorim Mendes de Barro
Luiza Aieta
Luna Santini Borges Sá
Manoela De Jesus Silva
Moreno Vieira Guimarães
Nicholas Passalacqua Negreiros De Amorim
Pedro De Andrade Cardoso
Pietro Vidal Bellintani Falcão
Rafael Rossi Soeiro Meirelles
Rodolfo Cruz Acker
Sofia Santos De Araujo
Diversão&Arte
Festa Junina saúda Emília e traz o Nordeste ao CEAT
A festa junina do CEAT de 2023 foi em julho, mas a animação e o entusiasmo vieram de meses de ensaios. Tradição de décadas, a festa ceatiana é um sucesso há anos, causando impacto emocional em todos os espectadores por meio de diversas apresentações da educação infantil ao ensino médio.
Neste ano, a festa homenageou a memoria da querida diretora Emília Maria Fernandes e trouxe os sons, as tradições e a cultura do Nordeste para o pátio do colégio.
As danças da festa foram elaboradas por professores até o fundamental II. A partir do ensino médio, os alunos elaboraram as suas próprias coreografias.
A festa foi iniciada com as apresentações da educação infantil, seguida do fundamental I,II e ensino médio. Ao longo de todo o evento foi disponibilizado diversas atrações como barracas com comidas típicas, clássicos jogos e muitas brincadeiras infantis para o público geral.
A apresentação do primeiro ano iniciou as quadrilhas do ensino médio com uma pegada de humor, criando uma mistura única com o comum e o incomum tendo quatro destaques, chamados pelo público de “Dança do Alemão”, “Pra Mim Tanto Faz”, “Show Das Poderosas” e a “Rodinha de Dança”. A “Rodinha de Dança” teve o intuito de exibir os talentos de dança dos alunos do primeiro ano, já os outros destaques tiveram uma abordagem humorística para representar o primeiro ano do ensino médio do CEAT.



Para o encerramento do sucesso da festa junina ceatiana de 2023, ocorreu a apresentação do Moleque Boi Garboso, montado todos os anos por professores, funcionários, alunos e ex-alunos que podem dançar (sendo cazumbas, índias e vaqueiros) ou tocar e cantar (banco). Os participantes elaboraram seus próprios figurinos e ensaiam aos sábados durante dois meses a partir de maio. 


Imagem retirada da página do Instagram do CEAT @ceat12
Esporte
2B vence campeonato Interclasse de futebol
Na primeira edição do campeonato interclasse de futebol, o time do 2B sagrou-se campeão. Organizado pelo diretor Sergio Drago, auxiliado por alguns alunos, competição teve participação de 6 times: 1A, 1B, 2A, 2B, 3A e 3B.
A primeira partida do torneio ocorreu no dia 17 de abril e a grande final no dia 23 de junho, num total de 67 dias de competição.
Após uma fase de grupos acirrada, decidida nos jogos finais os times classificados foram: 1A, 2B, 3A e 3B, deixando a tabela da seguinte forma:
Comic Panel 1
Imagem retirada da página do interclasse @ceat.interclasse2023
O primeiro jogo entre 1B e 2B terminou 3 x 5 respectivamente. No segundo jogo, o 1B, antes favorito, foi sacramentado como eliminado pelo placar de 13 a 10 no agregado. Tomé Bronz deixou 6 gols durante o jogo da volta, porém Rafael Rossi, artilheiro e maior ganhador de POTMS da fase de grupos fez apenas 1, assim, encerrando a campanha da equipe na competição.

O confronto entre 3A e 3B foi tranquilamente decidido no primeiro jogo, o time do 3B converteu 11 gols e seu adversário, desfalcado por seu principal artilheiro, apenas 3. No segundo jogo, Hugo Hartz retornou de sua lesão e anotou 1 gol, porém já era tarde demais e o agregado do confronto encerrou-se em 17 a 8.

A disputa de terceiro lugar foi um jogo morno e a equipe do 3B mesmo vindo de uma lavada bateu o favorito 1A por 6 a 3, com 1 gol de Francisco Mazzoni e 5 de Hugo Hartz.

Durante um jogo muito acirrado, o 2B sagrou-se campeão do interclasse, com 4 gols de Elias Korman. O 3A quase ficou com o título, porém Márcio Dutra com 6, garantiu o título para a sua equipe.

Após o fim do interclasse houve uma coletânea de dados individuais, através do que já havia sido anotado durante o torneio. Assim, soubemos artilheiro, líder de assistências etc. Além disso, melhor jogador e melhor goleiro foram selecionados em votação na página do Instagram do interclasse e premiados com seus respectivos troféus.

Esporte
Como lesões afetam a vida de atletas
É essencial que o esporte esteja presente nas nossas vidas, mesmo que em prática esporádica, pois além de melhorar a aptidão física de cada um, ele também influencia positivamente nos fatores psicológicos como estresse e ansiedade.
A intenção desse trabalho é comparar dois atletas amadores em relação à prática de seus esportes: Nicholas, que joga basquete, rompeu o ligamento cruzado do joelho recentemente, enquanto Rafael treina futebol três horas por dia.
Nessas entrevistas, iremos relacionar os dois estudantes tanto sobre os fatores físicos quanto psicológicos.
A hipótese dessas entrevistas é que a lesão de Nicholas afetou fortemente o seu psicológico, porque a quantidade de horas que ele treinava por dia foi radicalmente mudada. A ausência forcada das atividades físicas fez Nicholas perceber o quanto que treinar faz falta.
Entrevista: Nicholas

-Qual é o esporte que você pratica?

-Basquete.

-Qual é a sensação de não poder treinar?

-Eu sinto uma sensação de incapacidade, fraqueza, perda muscular, os dias passam mais devagar e a minha saúde parece muito pior.

-Você sentiu que essa lesão te afetou psicologicamente?

-Sim, pois eu estava em uma rotina muito produtiva e intensa, me machucar fez com que eu perdesse isso e a consequência foi que quebrou meu psicológico.

-Você pensa em voltar a treinar em alto nível?

-Sim, eu penso em voltar pois ainda não alcancei meu objetivo.

Entrevista: Rafael

-Qual é o esporte que você pratica?

-Futebol.

-Com que finalidade você treina?

-Com o objetivo de me tornar profissional.

-Quantas horas você treina por dia?

-Em torno de 3 horas por dia.

-Qual é o sentimento de não poder jogar futebol devido à uma lesão?

-É triste pois eu fico na expectativa de voltar mas não posso.

A conclusão dessas duas entrevistas foi que uma lesão grave provoca um forte dano psicológico quando o atleta treina intensamente todos os dias.
Nicholas ainda ressaltou que se sente fraco e com uma saúde pior, o que mostra os efeitos da falta de atividade fisica no seu cotidiano.
Mas nao é só. A entrevista revelou ainda os efeitos psicologicos, com a angústia que o Nicholas sente por não poder treinar, ou seja, voltar a ter a satisfacao de aprimorar seu desempenho.



Caption
At malesuada nisl felis sit amet dolor
Arte & Cultura
Arte textual:
A luta do ninho
-Pietro Vidal Bellintani Falcão

Mulheres  sempre lutaram por tudo,
Até os dias atuais.
Mesmo aprisionadas no mudo,
Se fazem essenciais.

Parece uma batalha sem fim
Contra a desigualdade.
Pra poder gritar enfim
A sua grandiosidade.

No mar de sangue que lhes escorrem,
Há uma certeza de nunca desistir 
De uma sociedade que lhes destroem 
Do seu direito de ir e vir.

Suas vidas valem ouro.
São amor, força e carinho
E nesse grande abatedouro,
Seguem formando o nosso ninho.

Bougainville rosado
-Acker, Rodolfo

Um belo bougainville rosado,
Por um beco
Nós seguimos o Salgado


Colegas Barítonos
-Acker, Rodolfo

Um quarto sem sono,
De repente acordei
Em um barulho barítono
O que é arte?
-Traumann

— O que é arte?
Pergunto a minha reflexão

— O que não é arte?
Ela responde, tão rápido quanto foi questionada

— Que pergunta estúpida!
Digo eu, começando a pensar
— Muitas coisas não são arte!

— Como?
Ela indaga, esperando pela minha resposta, que vem logo depois

— Como… Como uma porta!
Exclamo, já irritado com minha reflexão

— Uma porta pode ser arte!
Ela retorna, com um ar de deboche 

— Pode?
Questiono, confuso com sua forma de pensar

—Uma porta pode ser um início, ou um fim, uma saída de uma situação, uma porta pode ser uma oportunidade e uma porta fechada uma prisão.
Ela diz, e eu tiro os olhos do espelho
— Que besteira!
Solto um suspiro
— Uma porta é uma porta e só isso!

— Besteira digo eu! Uma porta pode ser uma obra de arte de um marceneiro que passou dias entalhando-a, ou uma porta pode ser um pequeno detalhe em um quadro, uma porta pode ser um canvas para uma pintura. Uma porta pode ser tudo!
O reflexo explica, quase que irritado com a minha teimosia.

— Ou nada.
Retorno rapidamente

— Ou nada!
Ela concorda, pela primeira vez nesta tarde
— É isso que a faz ser arte. A arte só tem o valor que o espectador tem para investir nela, ou seja, se procurar pela arte, irá achar-la em todos os lugares, em tudo, mas se o espectador não tiver valor o suficiente, nada será arte. Imagina que vida, uma em que você nunca investe tanto em uma pintura que ela te move as lágrimas, uma onde a arte não te afeta, uma onde a arte é meramente estética.

Me canso de discutir
— Você está pensando demais nisso, precisa de terapia.
Digo a minha reflexão no espelho.


Espinhos floridos
-Acker, Rodolfo

Um beco de flores,
Dois a adentrar
Num caminho sem dores
Paisagem Chamuscada
-Acker, Rodolfo

Da grande janela trancada,
Dava para ver
Uma paisagem tão chamuscada

O Graal
-Acker, Rodolfo      

O grande santo ordinário,                                    
Ele oferecia sempre
Do bom, o contrário
Arte & Cultura
Arte musical:
O album Clube da Esquina foi lançado em 1972 e 51 anos depois ainda é um marco na musica brasileira.
Composto principalmente por Milton Nascimento e Lô Borges, as musicas do disco ficaram eternizadas por combinar a sofisticacao melodica da bossa nova, com elementos do jazz, rock e canticos religiosos. Alem dos dois, o disco tem a participacao de Beto Guedes (viola), Toninho Horta (violão), Flávio Venturini (instrumento de teclas), Tavito (violão).
O disco nasceu dos ensaios amigos de Milton e dos irmaos Borges do bairro de Santa Tereza, em Belo Horizonte. O disco exala Minas, como na letra de "Trem Azul".
É bom ressaltar que a ditadura militar no Brasil estava no seu auge, então muitas músicas são uma forma de protesto e muitas foram censuradas. 
Músicos como o proprio Milton e Chico Buarque enfrentaram a ditadura, gravando a famosa música “Cálice” que disfarca um grito contra a censura com a ultima ceia.
O Clube da Esquina não é diferente. Em Saidas e Bandeiras, os autores perguntam "O que voces diriam dessa coisa que nao dá mais pé?".




Vídeos por Pedro Andrade
A música “Paisagem da janela” é uma música composta por Fernando Brant e Lô Borges. Esta paisagem da janela é uma visão sobre Ouro Preto. 
“Da janela lateral do quarto de dormir
Vejo uma igreja, um sinal de glória”
(parte da letra “Paisagem da Janela”)
Uma vista comum em Ouro Preto, percebi muito isso quando viajamos. Existem muitas igrejas, pois é uma cidade colonial, que nasceu na época da mineração, então o catolicismo veio muito forte para a cidade. 


Clube da esquina nº 2”, música composta por Milton Nascimento, Lô Borges e Marcia Borges tem uma linguagem simples, com um baixo que repete várias vezes. Minha interpretação é uma canção que tenta sair de um controle, a ditadura. Mas sempre volta para o mesmo baixo, sendo reprimido.
“Por que se chamavam homens
Também se chamavam sonhos
E sonhos não envelhecem
Em meio a tantos gases lacrimogênios”
(Parte da letra do “Clube da esquina nº 2”)


PrevNext